HARMONIZAÇÃO

A harmonização de cervejas com alimento pode ser algo muito prazeroso e surpreendente para muitas pessoas.

A versatilidade da cerveja em sabores, aromas e texturas faz dela uma combinação perfeita para quase todos os pratos, desde os queijos até os pratos mais sofisticados.

Fazer a escolha correta requer atenção nas características da cerveja e do prato escolhido para que um não apague o outro.

Na cerveja podemos encontrar os sabores dos maltes que vão desde os aromas de cereal, biscoito até os mais intensos como os tostados, temos a contribuição do lúpulo que confere aromas distintos e amargor e uma um leque gigantesco quando falamos nos aromas produzidos pelas leveduras, todos esses elementos vão ser protagonistas para a harmonia com o alimento, onde o mais importante é encontrar o equilíbrio entre os dois.

A cerveja é, sem dúvida, a melhor de todas as bebidas para acompanhar os mais variados pratos. Graças à sua grande diversidade e riqueza de aromas e sabores, o prato sempre ganha alguma coisa quando se faz aescolha acertada da cerveja para acompanhá-lo. Na verdade há uma sinergia entre ambos, cerveja e alimento, quando bem casados, propiciando um prazer muito maior do que quando ambos são degustados separadamente.

O conceito básico para se fazer a harmonização é o bom senso, que deve guiar sempre a ação, de forma a haver equilíbrio entre a cerveja e a comida. Dessa forma, cada termo da equação deve se equilibrar com o outro, de tal forma que a cerveja não se sobreponha o prato, e vice-versa.



Etapas da Harmonização


  • Identificação minuciosa (Componentes, Aromas, Textura, Peso do Prato e da cerveja);
  • Determinar o elemento chave (Observar as incompatibilidades);
  • Fazer a opção final, testar na prática;
  • Anotar suas observações;
  • Não se leve muito a sério: divirta-se!


Algumas regras gerais para harmonização:


Equilíbrio de forças: alimento e cerveja devem ter intensidades iguais;


Harmonizações por semelhança: busque aromas semelhantes no alimento e na cerveja. Por exemplo, cervejas cítricas e leves com carnes brancas e saladas, cervejas carameladas e suavemente tostadas com carnes assadas e cervejas escuras e tostadas com sobremesas à base de chocolate;


Harmonizações por contraste: algumas interações específicas contrastam muito bem como alimentos gordurosos e cervejas mais alcoólicas e doces com cervejas de maior acidez.

Confira o gráfico com sugestões de harmonização e informações sobre os estilos, teor de álcool, sabor, amargor e cor, e ainda informações sobre o serviço, como temperatura e taça adequada.